Mulheres e Conflitos Armados

BFT689
Mulheres e conflitos armados – As consequências dos conflitos armados para as mulheres

A ocorrência de guerras e conflitos têm um peso diferente em meninas e mulheres do que em homens. Durante guerras, as mulheres sofrem das mais diversas consequência. Por exemplo, nestes período as taxas de abusos sexuais aumentam, mulheres estão mais suscetíveis à pobreza e fome, perdem seus lares, além da carência em saúde, com estatísticas demonstrando que a taxa de mortalidade materna cresce mais de 2.5 vezes em países em conflito ou pós conflito.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados estima que 49% dos refugiados ao redor do mundo são mulheres, na maioria das vezes como resultado de conflitos, uma vez que meninas e mulheres são mais vulneráveis por conta da questão de gênero. Nesse sentido, pensando tanto na questão da marginalização das mulheres em conflito e também a ausência de mulheres nos processos de resolução, a ONU vem ao longo dos anos propondo uma série de medidas nesses termos.

Em 2000, o Conselho de Segurança adotou a Resolução 1325, sobre mulheres, paz e segurança. “Reconhece que a guerra, afeta as mulheres de forma diferente e reafirma a necessidade de aumentar o papel das mulheres na tomada de decisão relacionadas à prevenção e resolução de conflitos. Progresso está sendo feito – em 2013, mais da metade de todos os acordos de paz assinados incluiu referências a mulheres, paz e segurança. Mas o ritmo da mudança é muito lento. De 1992 a 2011, as mulheres representavam menos de quatro por cento dos signatários dos acordos de paz e menos de dez por cento dos negociadores em mesas de paz.”

Com a Declaração de Pequim, os Estados tornaram mulheres e conflitos armados uma das áreas críticas, visando a promoção da igualdade e da paz, propondo medidas como a inserção de mulheres nos acordos de resolução, a influência das mulheres na promoção da paz, dentre outras. Desde 1995, diversos conflitos emergiram pelo mundo, prejudicando o desenvolvimento de meninas e mulheres, sendo mais do que necessária a ação dos Estados e da sociedade nesse sentido.

Quais são os objetivos estratégicos abordados pela Declaração em relação a mulheres e conflitos armados?

  • Aumentar a participação das mulheres na tomada de decisões para solução dos conflitos e proteger as mulheres que vivem em situações de conflitos armados e outros conflitos ou sob a ocupação estrangeira
  • Reduzir os gastos militares excessivos e controlar a disponibilidade de armamentos
  • Promover formas não violentas de solução de conflitos e reduzir a incidência dos
    abusos contra os direitos humanos em situações de conflito
  • Promover a contribuição da mulher para o desenvolvimento de uma cultura que favoreça a paz
  • Proporcionar proteção, assistência e capacitação às mulheres refugiadas e deslocadas que necessitam de proteção internacional, e às mulheres internamente deslocadas
  • Proporcionar assistência às mulheres das colônias e territórios não autônomo

 

Fonte: http://beijing20.unwomen.org/en/in-focus/armed-conflict

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s