Mulheres e a pobreza

pobreza
Mulheres e a pobreza – As consequências e o fardo da pobreza nas mulheres

 

Como as meninas e mulheres são afetadas pela pobreza?

A primeira área temática da Declaração e Plataforma de Ação de Pequim, diz respeito a às mulheres e a relação com a pobreza. A eliminação da pobreza só pode ser atingida com o fim da discriminação baseada em gênero. A desigualdade coloca as meninas e mulheres em uma situação de pobreza, privando-as de seus direitos básicos e oportunidades de vida. Meninas pobres possuem duas vezes mais chances de se casarem na infância do que aquelas que vivem acima da linha da pobreza, consequentemente se expondo a riscos na saúde sexual e sendo impedidas de estudar. Ainda, as mulheres pobres são mais propensas a não terem condições de se sustentarem durante uma crise econômica, além de terem um acesso extremamente reduzido a recursos e terras, se comparadas aos homens.

Dessa forma, a pobreza coloca as meninas e mulheres em uma situação de maior vulnerabilidade socioeconômica e política. Quando as mulheres são pobres, seus direitos fundamentais não garantidos em sua plenitude, o que, consequentemente, faz como que estas enfrentem obstáculos ainda maiores ao longo de sua vida. Isso implica diretamente na economia e sociedade, uma vez que a inserção de mulheres na economia e no mercado vai ser afetada negativamente, diminuindo a produtividade.

Ainda que a pobreza tenha um impacto tanto em homens quanto em mulheres, a existência da discriminação baseada em gênero agrava a situação para as mulheres, sendo que estas terão recursos ainda mais escassos para sobreviver. Isso significa que o acesso a bens e serviços básicos, como educação e saúde, vão ser limitados, assim como as oportunidades de vida, muitas vezes obrigando as mulheres à exploração sexual para sobreviver. Além disso, mulheres e meninas pobres são ainda mais marginalizadas, pois na maioria das vezes são excluídas ou esquecidas no que concerne aos importantes processos econômicos e sociais.

Quando a Declaração foi adotada, os Estados se comprometeram a mudar suas políticas econômicas visando a criação de mais oportunidades e, consequentemente,  maior inserção das mulheres no mercado de trabalho. Além disso, também firmaram o compromisso de melhorar as leis sobre direitos econômicos e impulsionar o acesso à crédito para as mulheres, e, ainda, compreender de que forma a pobreza afeta as mulheres de formas diferentes, para assim adotar medidas específicas que solucionem o problema. Ainda, organizações como a ONU Mulheres têm trabalhado diretamente com as mulheres, oferecendo programas de capacitação e treinamento, empréstimos, dentre outras medidas a fim de fortalecer a participação da mulher na questão econômica.

Quais são os objetivos estratégicos abordados pela Declaração em relação a mulheres e pobreza?

  • Rever, adotar e manter políticas macroeconômicas e estratégias de desenvolvimento que considerem as necessidades das mulheres e apoiem seus esforços para superar a pobreza
  • Rever as leis e as práticas administrativas a fim de assegurar a igualdade de direitos sobre os recursos econômicos e um acesso mais amplo das mulheres aos mesmos
  • Dar à mulher acesso a mecanismos e instituições de poupança e crédito
  • Desenvolver metodologias baseadas no gênero e realizar pesquisas voltadas para o problema da feminização da pobreza

 

Fonte: http://beijing20.unwomen.org/en/in-focus/poverty

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s