The Good Wife’s Guide: Um manual para as mulheres dos anos 50

No início da década de 50, a revista americana Housekeeping Monthly publicou um artigo intitulado “The Good Wife’s Guide”. Nele, são descritas as formas pelas quais uma mulher deve agir para se tornar uma boa esposa para seu marido e uma mãe melhor para seu filho. Em outras palavras, essa publicação evidencia com clareza o caráter essencialmente sexista da sociedade americana àquela época, que inferiorizava a mulher a uma mera coadjuvante de sua própria vida – destinada a meramente servir e agradar seus maridos.

GoodWifeGuide1955

giphy5

Acredita-se que o The Good Wife’s Guide foi originalmente distribuído como fax e, embora haja um questionamento acerca da veracidade do artigo, ele serve como uma referência sobre o papel das mulheres nesse contexto. Nesse guia, são expostas dezoito “regras” para que a mulher consiga exercer da melhor maneira possível seu papel de cuidadora da casa, do marido e dos filhos. Cumprindo esses princípios, o casamento seria bem sucedido e o marido ficaria feliz, o que traria satisfação pessoal à esposa:

  • Prepare o jantar. Planeje com antecedência, mesmo na noite anterior, para conseguir oferecer uma refeição deliciosa a tempo do retorno de seu marido. Esta é uma maneira de deixá-lo saber que você está pensando sobre ele e está preocupado com suas necessidades. A maioria dos homens tem fome quando eles chegam em casa e a perspectiva de uma boa refeição (especialmente seu prato favorito) é parte da recepção calorosa necessária.
    giphy9
  • Esteja preparada. Tire 15 minutos para descansar, assim você estará revigorada quando ele chegar. Retoque sua maquiagem, coloque um laço no cabelo e esteja animada. Ele acabou de estar com várias pessoas cansadas no trabalho.
  • Seja amável e um pouco mais interessante para ele. Seu dia cansativo pode precisar de ânimo e um de seus deveres é provê-lo.
  • Limpe a desordem. Faça uma última checagem pela parte principal da casa momentos antes do seu marido chegar.
  • Junte os livros escolares, papel para brinquedos, etc. e, em seguida, passe um pano sobre as mesas.
  • Durante os meses mais frios do ano você deve preparar e acender um fogo para ele se aquecer. Seu marido sentirá que ele alcançou um paraíso de descanso e ordem, e isso lhe dará uma imensa satisfação pessoal. Afinal, estará atendendo ao conforto de seu marido.
    giphy3
  • Prepare as crianças. Leve alguns minutos para lavar as mãos e os rostos das crianças (se forem pequenas), pentear os cabelos e, se necessário, trocar de roupa.Eles são pequenos tesouros e ele gostaria de vê-los fazendo sua parte. Minimize todo o barulho. No momento de sua chegada, elimine todo o ruído da lavadora, secadora ou vácuo. Tente fazer com que as crianças a ficar quietas.
  • Esteja feliz por vê-lo.
  • Ouça-o. Você pode ter uma dúzia de coisas importantes para lhe dizer, mas a hora de sua chegada não é o momento adequado. Deixe que ele fale primeiro – lembre-se, os tópicos de conversa dele são mais importantes que os seus.
  • Receba seu marido com um sorriso caloroso e mostre sinceridade em seu desejo de agradá-lo.
  • Faça da noite um momento dele. Nunca reclame se ele chegar tarde, sair para jantar ou para outros locais de entretenimento sem você. Em vez disso, tente entender seu mundo de tensão e pressão e sua real necessidade de estar em casa e relaxar.
    giphy7
  • Seu objetivo é tentar garantir que sua casa seja um lugar de paz, ordem e tranquilidade, onde seu marido pode se renovar no corpo e no espírito.
  • Não o cumprimente com reclamações e problemas.
  • Não reclame se ele estiver atrasado para o jantar ou mesmo se ele passar a noite fora. Considere isso como pouco relevante em comparação com o que ele pode ter passado ao longo do dia.

    giphy10

  • Faça com que ele se sinta confortável. Peça que ele se sente em uma cadeira confortável ou que se deite no quarto. Tenha sempre uma bebida quente ou fria preparada para ele.
  • Arrume seu travesseiro e ofereça para tirar seus sapatos. Converse com tom de voz calmo, doce e agradável.
  • Não faça perguntas sobre suas ações ou questione seu julgamento ou integridade. Lembre-se que ele é o mestre da casa e, como tal, sempre exercerá sua vontade com justiça e veracidade. Você não tem o direito de questioná-lo.
  • Uma boa esposa sempre sabe o seu lugar.

giphy6

A partir dessa publicação, verifica-se qual era o papel da mulher na sociedade americana durante aquele período. Limitada à esfera doméstica, e limitada na esfera doméstica. Além de privadas de direitos civis e políticos no âmbito social, até mesmo dentro de seus próprios lares, as mulheres deveriam permanecer subjugadas aos homens.

giphy8

Com isso, nota-se a importância dos movimentos feministas nesse contexto, como uma forma de lutar pela emancipação feminina e de romper com esse ideário comum de que as mulheres devem ser meros instrumentos para serventia masculina. Esses movimentos demonstraram que as mulheres têm voz e a utilizaram para confirmar que realmente sabem o seu lugar, e este não é atrelado ao homem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s